top of page
  • Foto do escritorDavi Paes e Lima

Grupo Pereira é confirmado como painelista no ESG Summit Brazil

Simone Cotta, Head de Comunicação Corporativa e ESG do Grupo Pereira, dono de redes como o Fort Atacadista, irá abordar o combate ao etarismo no painel Diversidade e Relações Humanas


O Grupo Pereira, sétimo maior grupo supermercadista do país, com 17 mil colaboradores em 6 estados (SC, RS, SP, MT, MS, GO) e no Distrito Federal, e faturamento de 11,2 bilhões (2022), está confirmado no ESG Summit Brazil. O evento, idealizado pelo empresário catarinense Lucas Martins, tem como objetivo reunir líderes dos setores público, privado e terceiro setor para discutir questões relacionadas às pautas ESG (Ambiental, Social e Governança). A palestra “50+, uma contratação estratégica” será apresentada pela Head de Comunicação Corporativa e ESG do Grupo Pereira, Simone Cardoso Cotta, no painel “Diversidade e Relações Humanas”, que ocorrerá no dia 21 de novembro, a partir das 15h30, no Ecossistema Passeio Primavera (Rodovia José Carlos Daux, SC-401).

Simone Cotta


Detentor das marcas Fort Atacadista (atacarejo), Comper (supermercado), SempreFort (varejo farmacêutico), Vuon (cartão de crédito), Perlog (distribuidora), Bate-Fort (atacado distribuidor), entre outras, o Grupo Pereira tem se destacado por suas diversas iniciativas de responsabilidade social que tem transformado a vida de milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade social em diferentes regiões do país.


“Nosso propósito é transformar pessoas e o ambiente ao nosso redor. É isso que buscamos no nosso dia a dia”, afirma Simone Cotta. “Temos diversos programas para inclusão de jovens no primeiro, para contratação de pessoas acima dos 50 anos de idade, para refugiados, para a reinserção de ex-presidiários na sociedade. Além disso, temos e respeitamos colaboradores de todas as raças, orientação sexual, gênero, religião ou qualquer outra diversidade, porque acreditamos que a diversidade enriquece o nosso time. Porém, mais do que contratar pessoas diversas, nós trabalhamos para desenvolvê-las, porque só assim conseguimos gerar representatividade nas lojas e escritórios”, destaca a Head de Comunicação Corporativa e ESG do Grupo Pereira.


Combate ao etarismo


Recentemente, o Grupo Pereira se tornou o primeiro varejista do país a receber o selo Certified Age Friendly Employer (CAFE), concedido pela organização norte-americana Age Friendly Institute, que atesta boas práticas contra o etarismo. Atualmente, o Grupo possui em seu quadro de colaboradores cerca de 2 mil funcionários acima dos 50 anos de idade.


De acordo com Simone Cotta, em sua participação no ESG Summit Brazil irá focar nas ações de combate ao etarismo. “Vamos falar de diversidade, de maneira geral, e eu vou focar em etarismo, nos desafios do mercado de trabalho 50+ e as ações que fizemos – e outras que já tínhamos – que nos levaram a receber a certificação internacional que atesta boas práticas na contratação e retenção das pessoas dessa faixa etária”, ressalta.


Conscientização ambiental


Além das ações de responsabilidade social, o Grupo Pereira tem uma série de ações voltadas para a preservação do meio ambiente. Dentre elas, estão o uso de energia limpa nas lojas e escritórios, gestão de resíduos e projetos como o Clube da Bike, que incentiva os colaboradores a utilizarem um meio de transporte mais saudável e reduzir as emissões de gás carbônico na atmosfera; outro projeto de destaque é o Limpeza dos Mares, que há 6 anos foi abraçado pela bandeira Fort Atacadista, promovendo mutirões de limpeza nas praias e encostas do litoral catarinense.


“Cada um de nós impacta o meio ambiente, por isso desenvolvemos ações para equilibrar esse impacto, como programas de carona solidária e estímulo ao uso de bicicletas, por exemplo. Mais amplamente, usamos energia limpa em quase 100% das mais de 100 unidades de negócio e trocamos com frequência nossos equipamentos de loja pelos mais eficientes. Fazemos o descarte correto dos nossos resíduos e doamos todo o alimento próprio para consumo e para venda para instituições que cuidam de pessoas em algum quadro de vulnerabilidade social. Ainda temos um longo caminho, mas acreditamos fortemente na cooperação e em cada um – pessoa ou empresa – fazendo o que está a seu alcance”, destaca Simone Cotta.


Σχόλια


bottom of page