top of page
  • Foto do escritorDavi Paes e Lima

Grupo Pereira, dono do Fort Atacadista, realiza campanha para contratação exclusiva de pessoas 50+

Serão oferecidas 2.500 vagas para postos de trabalho nas lojas de redes como o Fort Atacadista, Comper e Farmácias SempreFort em todos os estados onde o grupo atua; inscrições podem ser feitas de 1º a 7 de maio

Na semana em que é comemorado o Dia do Trabalho, 1º de maio, o Grupo Pereira lança uma campanha de contratação exclusiva para pessoas que têm mais de 50 anos e que estão em busca de oportunidades no mercado de trabalho. Serão oferecidas 2.500 vagas em diferentes cargos, desde operacionais até administrativos - incluindo atendentes de caixa e gerentes - em todos os estados onde o Grupo está presente: Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal. Para se candidatar, basta fazer o cadastro presencialmente em uma das mais de 100 unidades de negócio da empresa espalhadas pelo país ou se inscrever no Link até o dia 7 de maio. Em Santa Catarina, há 32 unidades Fort Atacadista, uma unidade do Comper Supermercados (Itajaí) e 11 unidades das farmácias SempreFort distribuídas pelo estado.

Combate ao preconceito

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualmente o Brasil tem 11,4% da sua população com idade entre 50 e 59 anos e 14,7% com 60 anos ou mais. Dentro das empresas, porém, os números são diferentes: na grande maioria das companhias, esses profissionais representam apenas de 3 a 5% do quadro de colaboradores, de acordo com a consultoria Maturi.

Apesar do etarismo ser uma forma de preconceito velada no mercado de trabalho, os números não mentem: 1 em cada 4 profissionais já foi demitido por conta de sua idade, segundo pesquisa realizada pelo Vagas.com, Colettivo e Talento Sênior.

No Grupo Pereira o cenário é diferente. Somente em 2023, mais de 200 colaboradores acima dos 50 anos já foram contratados pela companhia. Atualmente, o sétimo maior grupo supermercadista do Brasil possui em seu quadro de colaboradores quase duas mil pessoas 50+, ou seja, 12% do total - mais do que o dobro registrado no mercado.

“Acreditamos que as organizações precisam acelerar o processo de disseminação de uma cultura cada vez mais inclusiva, e é isso que procuramos fazer sempre. Precisamos enxergar esse tipo de contratação como uma oportunidade estratégica. Esse processo de inclusão torna a empresa mais diversa e consciente de seu papel. Para nós, é uma mão-de-obra que entrega, é produtiva e engajada, capaz de contribuir para a inovação nos negócios”, revela Paulo Silva, diretor de Gente & Gestão do Grupo Pereira.


Campanha

O objetivo da campanha de contratação 50+ é, além de expandir o número de colaboradores, dar oportunidade para pessoas que querem continuar produzindo e que encontram entraves no mercado de trabalho por conta da sua idade. “O perfil das pessoas 50+ se transformou nas últimas décadas: estão cada vez mais ativas, ‘antenadas’ com as inovações do mercado de trabalho, aptas a assumir qualquer tipo de função dentro das organizações. Além de dar oportunidade a esses profissionais, acreditamos que a contratação de pessoas 50+ traz experiência às práticas do dia a dia, segurança e diferencial estratégico, algo que só a maturidade e a vivência são capazes de trazer”, complementa Paulo Silva.

Histórias

“Eu acho bacana que o Grupo Pereira dá oportunidade às pessoas da Terceira Idade. Tenho ótima convivência dentro da empresa e em todo o ambiente de trabalho, é uma equipe muito receptiva”, afirma Lúcia Thalita Rodrigues Teller, de 73 anos. Moradora de Florianópolis, ela foi contratada em janeiro deste ano para trabalhar na unidade Fort Atacadista Campeche, no Sul da Ilha. “Eu trabalhava em uma loja em frente ao Fort Atacadista. Precisei fazer uma viagem de emergência por motivos de saúde familiar e, quando voltei, meu chefe me dispensou. No mesmo dia, o gerente do Fort do Campeche me convidou para trabalhar na unidade”, relata.


Quem também faz parte do quadro de colaboradores 50+ do Grupo Pereira é Eduardo Assunção Dias, de 68 anos. Aposentado do serviço público, Eduardo relata que encontrou dificuldades para encontrar emprego por conta da idade. Contratado desde o mês de março deste ano para o cargo de operador de caixa na unidade Fort do bairro Santo Antônio de Lisboa, também na capital catarinense, Eduardo conta a sua experiência após a contratação. “Valorizo bastante o fato de ter conseguido a vaga; sinto como se fosse o meu primeiro emprego, tenho vontade de trabalhar, conhecer novas pessoas e essa função de operador de caixa é um grande aprendizado. Estou em contato com o público diariamente, exercito minha dinâmica, me relaciono com as pessoas; tenho como princípio ser cordial e tratar a todos com educação, são inúmeras experiências, considero como uma ótima oportunidade para crescer dentro da empresa”, destaca.

コメント


bottom of page