top of page
  • Foto do escritorDavi Paes e Lima

Itapema é a nova queridinha do mercado imobiliário em Santa Catarina

Cidade do Litoral Norte de SC é a 2ª com o metro quadrado mais caro do Brasil

A cidade de Itapema, situada no Litoral Norte de Santa Catarina, é a segunda no ranking do metro quadrado mais caro do Brasil, perdendo apenas para a vizinha, Balneário Camboriú. Segundo o Índice FipeZape, responsável pelo relatório nacional de valorização imobiliária, Itapema ultrapassou Vitória/ES e registrou em janeiro de 2023 o preço médio de R$ 10.614,00 por metro quadrado residencial para venda. O secretário de Planejamento Urbano de Itapema, Marcelo Correia, acredita que vários motivos levaram a cidade a conquistar este patamar. Segundo ele, desde 2017 a gestão municipal está investindo forte em diversas áreas. Tanto que a cidade recebeu a titulação de “Categoria A” no turismo, realizou eventos internacionais, como a etapa brasileira do Mundial de Vôlei de Praia, e foram investidos mais de R$ 1 bilhão em saúde, educação e infraestrutura. “A cidade está assumindo um protagonismo em todos os setores, o que não é diferente com a questão da construção civil. Hoje temos em Itapema um padrão de imóvel que em poucos locais do Brasil se encontra, desde a construção até o acabamento. E estar entre os metros quadrados mais caros do país resume esta nova Itapema”, salienta Correia.

Para os sócios de construtora sediada em Itapema, João e Paula Gessele, a beleza natural da região e a localização privilegiada da cidade estão entre os principais motivos da valorização imobiliária


Para Paula Gessele, sócia-diretora de uma construtora de luxo que atua com empreendimentos de alto padrão em Itapema, a beleza natural da região e a localização privilegiada da cidade estão entre os principais motivos dessa valorização imobiliária. “É claro que além da beleza natural Itapema tem outros predicados, estamos numa localização privilegiada e próximos de aeroportos e grandes centros, como Curitiba, Joinville, Navegantes e Florianópolis, por exemplo. E a cidade é ideal para quem busca segurança e qualidade de vida”, compartilha Paula.


A sócia da Gessele Empreendimentos, fundada em 2012, complementa que outro ponto importante e que ajuda a explicar essa alta valorização imobiliária de Itapema é a qualidade construtiva. “Muitas construtoras de Itapema, assim como nós, se destacam pelos diferenciais nos empreendimentos, utilizando processos de inovação e as tendências da arquitetura, engenharia e decoração global, com a finalidade de trazer o que há de melhor no segmento da construção civil”, destaca.

Desde que começou a atuar na cidade, a construtora liderada pelos sócios João e Paula Gessele já entregou três empreendimentos e prevê a entrega de mais. Um deles é o Francisco I, que deve ser entregue ainda no primeiro semestre de 2023. Já George VI, que deve ser entregue em abril de 2025, e o Elizabeth II Royal Home, com o início das obras previstas para dezembro de 2023, são os lançamentos mais recentes. “Somos amantes da arte e da realeza, e sabíamos que teríamos que chegar com algo inusitado para nos destacarmos. O luxo é nosso maior diferencial, por isso, nossos empreendimentos são construídos pensando no máximo conforto e privacidade dos moradores. São empreendimentos com apartamentos de uma única unidade por andar ou no máximo duas. Desta forma, aliamos: uma cidade com grande potencial, um diferencial e uma paixão em superar expectativas”, completa Paula.


Comments


bottom of page